segunda-feira, 1 de julho de 2019

SAIU NA MÍDIA! PROFISSÃO EM ALTA!

Por Ana Luiza Chaves

Quem não viu pode ainda ver a matéria que foi ao ar na semana passada, que traz o bibliotecário com uma das profissões promissoras, que estão em alta. 

O foco da matéria é o futuro do trabalho, a necessidade de aprender mais e mais para se dar bem e enfrentar o mundo de hoje cheio de transformações.

A reportagem traz a adaptação de profissionais à novas situações que tiveram de enfrentar, dentre elas, uma bibliotecária.

A profissão está em alta, mas não da forma como era no passado, deve se adaptar à nova realidade da atualidade, carregada de tecnologias e de novas tendências.

Imagem disponível em Penseavanti

O advento febril da Internet, as mídias em diferentes plataformas, os usuários com novas demandas, os novos problemas de informação a serem solucionados, tudo isso são transformações eminentes, e com elas surgem as novas oportunidades.

Mas é necessário ter visão para enxergar, atitude para encarar e abraçar, vontade para aprender e sobretudo, resiliência para saber conduzir e se manter.

São novos tempos para uma velha profissão, que vai se adequando conforme as exigências do mercado e da sociedade e se renovando a cada dia. Já vimos que não vai deixar de existir, mas que são necessárias adaptações, parcerias, conhecimento e interdisciplinaridade para o "fazer bibliotecário".

E você, já parou para pensar como anda o seu "fazer bibliotecário"?

segunda-feira, 24 de junho de 2019

QUE FALTA FAZ NÃO TER UM BIBLIOTECÁRIO

Por Fabíola Bezerra

Começamos no dia 18 de março o “Desafio Uma T-shirts Mural” para cada dia. Chamamos de “desafio” a maratona de visitar 35 bibliotecas em Fortaleza, registrar em fotos a realidade de cada uma delas, bem como fazer um pequeno relato da minha impressão pessoal sobre a biblioteca visitada.

Já visitamos 32 bibliotecas! Foram 32 realidades diferentes! Umas mais promissoras que outras, embora, todas elas estejam funcionando conforme a realidade local.

Desse total, até agora, somente 4 não possui bibliotecário, mesmo nessas, a falta do bibliotecário reflete realidades diferentes. 24% desse total não possui seu acervo com tratamento técnico.

Não gostaríamos de associar a necessidade e a importância da atuação e da presença do bibliotecário apenas ao aspecto técnico, mas, principalmente, na sua capacidade de transformação junto à comunidade na qual a biblioteca atende diretamente. Mas, como perceber o “algo mais” da biblioteca se o responsável por ela é um leigo? Como entender toda a extensão de possibilidades se falta conhecimento básico de como funciona uma biblioteca? Como cobrar de um leigo a atuação como se ele fosse profissional?

Logo no começo dos desafios, fui visitar uma instituição e fui surpreendida com a notícia que não existia mais a biblioteca, quando lá estive anos atrás, a biblioteca era bem ativa dentro da instituição e possuía, inclusive, dois bibliotecários.

Aconteceu uma outra situação que também causou surpresa, quando liguei para uma tradicional e conceituada instituição de ensino aqui em Fortaleza e fui informada que não existia biblioteca.

Como explicar esses dois casos acima: uma biblioteca que perdeu espaço dentro da instituição e a outra que nem sequer existe na instituição?

Como a ideia dos desafios surgiu a partir das t-shirts que vendemos em nossa loja, vou usar uma das frases estampadas em um dos nossos modelos, para responder as questões que coloquei acima: TODA BIBLIOTECA SERÁ O QUE FOR O SEU BIBLIOTECÁRIO. Acredito que a forma de atuação ou a falta dela, está diretamente ligada à percepção do bibliotecário gestor, ou, em último caso, do responsável legal pela biblioteca.

Visitamos uma biblioteca comunitária tão ou mais ativa que qualquer outra biblioteca com bibliotecário, assim como, visitamos também biblioteca com bibliotecário que a sua forma de atuar é bem mediana. Mas, existiram outras, que a presença de um bibliotecário ativo fez toda a diferença no resultado.

Por isso, voltamos ao nosso pressuposto, título deste texto, com um pequeno, mas singular acréscimo:

QUE FALTA FAZ NÃO TER UM BIBLIOTECÁRIO ATUANTE!
______

terça-feira, 18 de junho de 2019

DESAFIO UMA T-SHIRTS MURAL PARA CADA DIA. 👉 DIA 32

Por Fabíola Bezerra

Realizamos hoje o trigésimo segundo dia do desafio. A biblioteca visitada foi a do Colégio Estadual Liceu do Ceará.

Situada na Praça Gustavo Barroso s/n no Bairro Jacarecanga.”O Liceu do Ceará é o colégio mais antigo do Ceará e o quinto colégio mais antigo do Brasil. As atividades escolares tiveram início em 19 de outubro de 1845. O horário de atendimento é de 2ª a 6ª – das 7:15h às 17h.

A biblioteca não possui bibliotecário! É subordinada ao Centro de Multimeios da Escola e coordenado por Sandra Barreto. Três professores “readaptados” estão alocados na biblioteca e estão distribuídos nos três turnos, são eles que respondem pela biblioteca. Como minha visita foi feita no período da manhã, fui recebida por Ana Mary Rebouças, uma simpática senhora, professora aposentada, que trabalha há 10 anos na biblioteca. A Escola possui ainda um Memorial, inaugurado recentemente, organizado por Ana Mary, ela fez um importante resgate histórico do Colégio em forma de fotos, livros de atas, premiações etc.
.
O acervo possui aproximadamente 10.000 exemplares e cobre todas as áreas do conhecimento. O sistema de acesso as estantes é livre e cada aluno só pode retirar um livro por vez por um período de uma semana. Não existe processamento técnico nos livros, estão arrumados nas estantes obedecendo um sistema artesanal de classificação, parte deles estão sinalizados por fitas coloridas, colados em sua lombada, onde cada cor representa um assunto. Outras estantes estão sinalizadas por ordem alfabética do sobrenome do autor.
.
Não existe um orçamento destinado para aquisição de livros. A aquisição ocorre basicamente por meio de doações e de campanhas realizadas na biblioteca, geralmente em forma de bazar. O dinheiro arrecado no bazar são utilizados para comprar livros. A biblioteca desenvolve atividades culturais, tais como: Concurso de poesias, Leitor do semestre. O espaço é utilizada também por professores para realização de aulas. Sai de lá com a impressão que a boa vontade e disposição dos funcionários é essencial para o funcionamento da biblioteca.
.
A T-shirts Mural que eu usei no desafio de hoje foi da Coleção Dinâmica de Informação: “DOCUMENTE & COMPROVE”.


segunda-feira, 17 de junho de 2019

CENÁRIOS BIBLIOTECAS


Por Ana Luiza Chaves 


O que faz um escritor escolher uma biblioteca para ser o cenário de sua trama de ficção? 

Afinal são tantos e tantos livros que usam bibliotecas como motivo ou pano de fundo, seja para o desenrolar de uma história policial, de terror, de aventura ou seja lá do que for... As bibliotecas são carismáticas e atraentes nesse sentido, haja vista a infinidades de títulos à disposição no mercado editorial. 

Em poucos minutos, visitando sites de algumas livrarias detectei muitos deles, alguns até já esgotados: "Terror na biblioteca", "Um corpo na biblioteca", "Morcegos na biblioteca", "Deu rato na biblioteca", "Mistério na biblioteca", "Encrenca na biblioteca", "Quem ajuda um gnomo & Um duelo na biblioteca", "Um rato na biblioteca", "Guerra na biblioteca", "Uma aventura na biblioteca", "Um general na biblioteca", "Pânico na biblioteca", "Assassinato na biblioteca", "A biblioteca mágica de Bibbi Bokken", "O dragão na biblioteca"... 


A maioria atende ao público infantojuvenil, mas há também romances, crônicas e contos para adultos e livros não ficção ("A biblioteca à noite", Biblioteca de Alexandria", "A conturbada história das bibliotecas", "A longa viagem da biblioteca dos reis"), os quais contam a sua evolução e trajetória, o legado que elas deixaram para a Humanidade e outros assuntos polêmicos e de reflexão relacionados à História e ao tema.


Daí eu pergunto: Será a familiaridade que temos com ela? Ou Será por ser um ambiente ainda desconhecido para muitos e, por isso, se torna curioso, atraente e cativante? O fato é que os corredores, as estantes, as prateleiras e, essencialmente, os livros e seus autores se encarregam de tornar o ambiente convidativo. 

Cheio de mistérios? Ou que desvenda mistérios? Imaginem a discussão que deve ocorrer à noite, no meio do silêncio, da quietude e da ausência dos usuários, entre os filósofos que se opõem, entre os cientistas em relação às novas teorias que refutam as anteriores, entre os autores de diversos países, uma verdadeira torre de babel na comunicação! Ou talvez haja paz, quando no descanso do intelecto, os escritores buscam pistas dos seus leitores, tentando ouvir a alma de cada um, para sentir o que agradou ou o que desagradou. 

Acho que essa é a questão: o ambiente é rico em detalhes, para cada escritor/leitor, um contexto, atendendo às duas tendências, conforme a leitura de cada um. São tantos os títulos que incluem a biblioteca na sua descrição, mas ainda há e haverá espaço para mais outros tantos, pois o próprio autor é "vítima" da sua criatividade, ele, por sua vez, já foi e ainda é bom leitor e leitor que se preza viaja, garimpa, imagina, sente... E os que mais exercitam esses verbos se dão ao "trabalho" de registrar tudo minuciosamente, é daí que nasce o escritor.



segunda-feira, 3 de junho de 2019

ADMINISTRADOR DE PESSOAL, UM BEM PARA AS EMPRESAS

Por Ana Luiza Chaves

Em abril postamos o texto "Empresas são pessoas que se organizam". Hoje, Dia Mundial do Administrador de Pessoal, retomamos o que escrevemos para ressaltar a figura desse importante gestor, responsável não apenas pela contratação das pessoas certas para as funções certas, mas, pelo desenvolvimento desses talentos, em busca de resultados positivos para a empresa, afinal, empresas são pessoas que se organizam.

Esse profissional pode fazer a diferença em uma empresa ao atuar de forma interdisciplinar, pois, além de ter que lidar diariamente com personalidades diferentes, mantendo um bom relacionamento, há também que orientar sua equipe, para que as tarefas administrativas da área possam dar apoio ao funcionamento dos demais departamentos.

Portando, nas bibliotecas, nos centros de informação e documentação, nas empresas em geral, uma vez no cerne da organização, esse profissional interage sistematicamente com as demais áreas, sendo peça fundamental no planejamento estratégico, na redução de custos, na condução do clima organizacional, na retenção de talentos, na redução do turnover, na definição de cargos e salários, dentre outras atividades.

Ressaltamos e parabenizamos essa pessoa que cuida das pessoas, que, por sua vez constituem a organização. A administração de pessoal é a atividade meio que mais viabiliza o negócio da empresa.


______

quarta-feira, 29 de maio de 2019

DESAFIO UMA T-SHIRTS MURAL PARA CADA DIA. 👉 DIA 31

Por Fabíola Bezerra

Realizamos o trigésimo primeiro dia do desafio ontem, 28/09, somente hoje consegui postar as fotos e o texto. A biblioteca visitada foi a de Ciências Humanas (BCH) da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Situada na Av. da Universidade nº 2683, no Bairro Benfica, dentro do Bosque de Letras no Campus do Benfica. Dentre as 19 bibliotecas que compõem o Sistema de Bibliotecas da UFC, a BCH é a maior delas! A direção da biblioteca está a cargo da bibliotecária Ana Elizabeth Albuquerque Maia. O horário de atendimento no período letivo é de 2ª a 6ª – das 8h às 20h45.
.
O acervo cobre as áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais e aplicadas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Literatura, Língua Portuguesa, Psicologia, e áreas afins.
.
“A formação do acervo foi iniciada em 1962, com a criação da Biblioteca de Ciências Sociais e Filosofia no antigo Instituto de Antropologia. Entre 1972 e 1975, acolheu os acervos de Comunicação Social, História, Biblioteconomia e Psicologia. Em 1977, uniu-se à então já existente Biblioteca de Letras, tornando-se Biblioteca de Ciências Humanas, Letras e Artes. Em 1996, foi inaugurada uma nova biblioteca para abrigar não só o acervo da Biblioteca de Ciências Humanas, mas também o da Biblioteca de Educação e das Casas de Cultura, a fim de resolver a questão de espaço físico para abrigar o crescimento do acervo”.
.
A infraestrutura do prédio compreende três pavimentos aonde abriga um acervo aproximado de 80.000 exemplares. Faz parte da sua estrutura, um auditório com capacidade para 80 pessoas. Além dos serviços tradicionais, a BCH dispõe de uma “Seção de Atendimento a Pessoas com Deficiência (SAPD) cujo objetivo atender à comunidade acadêmica com deficiência em suas demandas por informação científica, durante seu processo de ensino-aprendizagem, através de ações que efetivam a acessibilidade no Sistema de Bibliotecas da UFC”.
.
A BCH desenvolve dois projetos: Livros livres e Iluminuras, esse último desenvolvido em conjunto com o Acervo do Escritor Cearense (AEC), o projeto transforma obras literárias em bordado.

A T-shirts Mural que eu usei no desafio de hoje foi da Coleção Dinâmica de Informação: “ARQUIVE & DELETE”.


segunda-feira, 27 de maio de 2019

DESAFIO UMA T-SHIRTS MURAL PARA CADA DIA. 👉 DIA 30

Por Fabíola Bezerra


Agendamos a visita de hoje há quase um mês, estava ansiosa pelo dia 27 de maio! Tinha muita curiosidade em conhecer a realidade de uma biblioteca militar, hoje realizei esse desejo!

No trigesímo dia do desafio visitamos a Biblioteca Patrão-Mor Aguiar da Marinha do Brasil. Localizado na Av. Filomeno Gomes, nº 30, no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. O horário de funcionamento: de domingo a domingo de 8h às 21h. Segundo a bibliotecária Francinir Batista da Lima Ellery, esse horário atende as necessidades dos muitos marinheiros que moram nos alojamentos, dentro do prédio da Marinha e utilizam as instalações da biblioteca aos finais de semana para desenvolver suas atividades de estudo e pesquisa.

Francinir conta com a colaboração de 8 marinheiros que revezam entre si para cobrir o horário de funcionamento da biblioteca. Esses marinheiros são chamados de “bibliotecários” pois prestam serviço na biblioteca, Francinir explicou que é uma norma da corporação nominar os colaboradores pelo setor que estão alocados. Francinir trabalha na Marinha desde setembro de 2016. Por trás da formalidade da farda, uma simpática bibliotecária

A biblioteca da Marinha dispõe de um espaço generoso composto por um amplo salão com mesas para estudo e pesquisa, uma sala para administração da biblioteca, sala de computadores e uma sala do acervo. No salão de entrada, por toda a lateral, expositores de mesas com uma bonita exposição de navios e submarinos da Marinha, com réplicas dos navios, bem como suas histórias.

A biblioteca foi fundada no dia 14 de novembro de 2008, possui um acervo aproximado de 4.500 títulos e faz parte da Rede de Bibliotecas Integradas da Marinha, possui como sistema de automação o Pergamum. A área de abrangência do acervo é: História naval, Assuntos militares, Biologia, Física, Matemática e literatura. A biblioteca possui como projeto de extensão, o “Café literário”, esse evento corresponde a uma palestra sobre leitura apresentado por um convidado e ao final são efetuadas troca de livros entre os participantes. 

A T-shirts Mural que eu usei no desafio de hoje foi da Coleção Dinâmica de Informação: “CONSERVE & PRESERVE”.



quinta-feira, 23 de maio de 2019

DESAFIO UMA T-SHIRTS MURAL PARA CADA DIA. 👉 DIA 29

Por Fabíola Bezerra

Retomamos as visitas e hoje realizamos o vigésimo nono dia do desafio. Visitamos a Biblioteca Dr. Juarez Bastos, da Procuradoria da República do Estado do Ceará (PR/CE). Localizado na Rua João Brígido, nº 1260, no bairro Joaquim Távora. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira de 10h às 17h.

“A Biblioteca da PR/CE foi criada na gestão do Procurador Dr. Fávial, Ribeiro (1968-1985) com a doação de um vasto acervo jurídico feita pela família do Dr. Juarez Bastos, cujo nome veio a homenageá-lo posteriormente”.

A biblioteca, de tipologia especializada, tem seu acervo centrado em Direito, possui ainda livros na área de Ciências Sociais. O acervo é composto com aproximadamente 7.500 livros, além de assinatura eletrônica dos Periódicos da RT online e Biblioteca digital Fórum. O sistema de automação da biblioteca é o Pergamum.

Além dos livros especializados, a biblioteca possui um pequeno acervo literário onde desenvolvem o projeto “Clube de Leitura”. Dispõem ainda do projeto “Biblioteca Livre” que funciona em uma sala fora da biblioteca, em outro andar do prédio, um ambiente bonito e agradável. Na hora do almoço uma grande mesa que faz parte da mobilia da sala é ocupada por alguns servidores para almoçar. Gostei da dupla função do espaço, cria um ambiente mais descontraído cujo livro faz parte desse contexto.

A chefia da biblioteca está a cargo da bibliotecária Sandra Muniz Ramos, conta ainda com bibliotecária Maria Mazarelo Rodrigues Pereira e uma estagiária de Biblioteconomia.

É sempre um prazer encontrar a Sandra Maria Muniz Ramos.798, amiga querida que tive a sorte de trabalhar na década de 90 na Biblioteca de Ciências e Tecnologia da UFC.

A T-shirts Mural que eu usei no desafio de hoje foi da Coleção Dinâmica de Informação: “DISSEMINE & DIVULGUE”.

#BibliotecaDaProcuradoriaDaRepúblicaDoEstadoDoCeará
#BibliotecaDrJuarezBastos #Bibliotecário
#DesafioUmaTshirtsMuralParaCadadDia #Dia29DoDesafio#OndeTemBibliotecárioTemTshirtsMURAL #LibraryFashion #Bibliotecando#FabíolaBezerra #VisitandoBibliotecas #ColeçãoDinâmicaDaInformação

segunda-feira, 20 de maio de 2019

BIBLIOTECA É MUITO MAIS DO QUE PENSAMOS SER


Por Ana Luiza Chaves


Um espaço sem paredes, que vai além do que é em si. Desde sempre a biblioteca já é essa grandiosidade, porque cada frequentador leva consigo um pouco do que ela lhe ofereceu, disseminando com outros a partir de suas interações e convívios. 

Atualmente, com a amplidão das dimensões globais e com as imensas possibilidades que as comunicações oferecem nos mais diferentes canais, a atuação da biblioteca é exponencial. 


Pessoas têm informação a qualquer tempo em qualquer lugar, basta se conectar no seu dispositivo móvel. Outro ponto a se considerar, que contribui por demais com esse status quo, é o envolvimento das pessoas comuns junto às comunidades. Cada vez mais se vê ações que contemplam mais e mais pessoas. 

Essa dedicação e desprendimento em disponibilizar o livro e outras formas de acesso à informação junto à comunidade, melhora a vida das pessoas, entregando-lhes conhecimento, lazer e o prazer da leitura. 

Da mesma forma, a biblioteca ainda é necessária para manter registros históricos, obras raras, acervos do país, estados, municípios e instituições representativas. 

Da mais tradicional à mais artesanal; da mais abastarda de recursos à mais improvisada e desprovida, o fato é que elas resistem ao tempo, adaptando-se às necessidades de seus usuários e, junto delas, a pessoa do bibliotecário, que faz tudo acontecer, tendo, muitas vezes, colaboradores de outras áreas, que lhe auxiliam no dia a dia. 

Temos visto de tudo um pouco no desafio de visitar 35 bibliotecas. 

____________


quinta-feira, 16 de maio de 2019

DESAFIO UMA T-SHIRTS MURAL PARA CADA DIA. 👉 DIA 28


Por Fabíola Bezerra

No vigésimo oitavo dia do desafio, visitamos a Biblioteca Justiniano de Serpa, da Academia Cearense de Letras (ACL). Localizado na Rua do Rosário, nº 1, no Centro de Fortaleza. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira de 8h às 16h.

“A Academia Cearense de Letras, fundada em 15 de Agosto de 1894, é a mais antiga de todas as academias de letras do País, anterior mesmo a Academia Brasileira de Letras, fundada em 1897. Sua sede é o Palácio da Luz, possivelmente o mais antigo prédio público de Fortaleza, feito ao redor de 1781. Com palaciana arquitetura, foi a sede do Governo do Estado do Ceará, por mais de um século e meio”.

A biblioteca surgiu junto com a ACL, em 1894. “Em 1989, o então presidente da Academia Cearense de Letras, acadêmico Cláudio Martins, conseguiu do governador Tasso Jereissati o Palácio da Luz para ser a sede da Academia”. Da sua criação até a mudança definitiva para a sede atual, a ACL funcionou em outros locais, as trocas de sede levaram a perda de alguns exemplares do seu acervo, segundo afirmou a chefe da biblioteca, a bibliotecária Madalena Maria Monteiro Figueiredo. O acervo atual da biblioteca está em torno de 20.000 volumes. A área de concentração do acervo compreende essencialmente Literatura Cearense e História do Ceará. A biblioteca possui o software Biblivre, não disponibiliza empréstimo domiciliar, mas, como instituição cultural de utilidade pública é aberta ao público.

Madalena é uma simpática senhora conhecedora da História do Ceará, durante o tempo que lá estive, ouvi com atenção muito dos seus relatos históricos contados minuciosamente com detalhes e com datas precisas. Não sei afirmar exatamente se isso acontece pelo fato de ela trabalhar desde 1984. Porém, percebi que ela possui uma grande afinidade com o acervo e com a história pessoal de muitos dos autores dos livros do acervo.

A T-shirts Mural que eu usei no desafio de hoje foi da Coleção Biblioteconomia: “BIBLIOTECÁRIO”, (definição).


#BibliotecaDaAcademiaCearenseDeLetras #BibliotecaJustinianoDeSerpa#Bibliotecário
#DesafioUmaTshirtsMuralParaCadadDia #Dia28DoDesafio#OndeTemBibliotecárioTemTshirtsMURAL #LibraryFashion #Bibliotecando#FabíolaBezerra #VisitandoBibliotecas #ColeçãoBiblioteconomia